total de 746 jogos na 1ª Divisão/Liga / 816 pontos conquistados na 1ª Divisão/Liga / 762 golos marcados na 1ª Divisão/Liga
FINAL DA TAÇA DE PORTUGAL: 1/MAIO /1984 e 18/MAIO/2014 FINAL DA TAÇA DA LIGA: 7/MAIO/2014 FINAL DA SUPERTAÇA: 10/AGOSTO/2014
TÍTULOS 2ª DIVISÃO/LIGA 1985/86; 1995/96 e 2002/03 3ª DIVISÃO 1976/77 3º MELHOR CLUBE PORTUGUÊS (IFFHS) 2014

LIGA NOS 2017/18 30/SET 20h30 Rio Ave FC - Vitória Setúbal 21/OUT 16h00 Feirense - Rio Ave FC
TAÇA DE PORTUGAL 15/OUT 15h00 3ª eliminatória Sanjoanense - Rio Ave FC TAÇA DA LIGA 08/OUT 15h00 Paços de Ferreira - Rio Ave FC

ORGANIZAÇÕES FIFA UEFA FPF LPFP AFPORTO

domingo, 22 de outubro de 2017

Intensidade

Ontem no final do nosso jogo o apetite era pouco e a contragosto na hora do jantar lá sentei na mesa. Ao mesmo tempo estava a passar na tv o jogo do V. Setúbal e Marítimo, sendo que os da casa foram para a segunda parte a perder por 0-1. A 25 minutos do final do jogo dá-se uma expulsão nos Madeirenses ficando estes a jogar com 10. Gostei muito da atitude e postura dos Setubalenses, a perder mas com mais um homem em campo, procuraram jogo interior, exterior com inúmeros cruzamentos, remataram de fora da área, sempre em altas rotações, com uma intensidade e velocidade que gostaria de ter visto na minha equipa no jogo de ontem. Resultado final: 3-1.
Quem tiver oportunidade que reveja ambos os jogos e retirem as devidas ilações.

Culpa do árbitro ou do VAR?

Rui Oliveira, árbitro da partida oriundo da AF Porto não teve tarefa fácil no jogo de ontem, principalmente após a grande penalidade assinalada a nosso favor e muito por culpa do VAR. O árbitro assinalou e bem a grande penalidade e deu o segundo cartão amarelo ao central Feirense. Manuel Mota, o VAR deste encontro começou nesse momento o seu show, tentando influenciar a decisão do árbitro e dessa forma reverter a decisão inicial. Rui Oliveira manteve o seu juízo e bem.
Manuel Mota, não satisfeito, influenciou o árbitro em decisões contra nós mais 2 vezes. Num lance de Marcelo para grande penalidade que o árbitro não deu e na expulsão de Marcão que o juiz principal acedeu(e bem!)
A pergunta que fica no ar é o porquê de o VAR não ter mandado observar o golo mal anulado a Tarantini aos 57 minutos e logo a segui um penaltie sobre Guedes.
Não existem motivos para o clube protestar? Não está em causa a exibição desinspirada da equipa, mas é necessária igualdade no critério das avaliações dos lances.

sábado, 21 de outubro de 2017

Há muita gente a querer jogar

Monte, Silvério, Novais, Leandrinho, Pedro Moreira, Nuno Santos, Yazalde entre outros...se certos jogadores continuarem neste registo existem outras opções que o treinador tem que considerar. Não se pode permitir outro jogo como o de hoje. Há jogadores que precisam de descansar uns jogos no banco. Não pode haver lugar a vedetismos.

Futsal: Rio Ave 4-1 Pinheirense

video

Golos de Ruben Reis(2), Simas e Balão

video

Apenas um conjunto de desilusões

-Entramos de forma passiva mais uma vez. Apenas tentamos acelerar o jogo após estarmos a perder. O habitual. Desilusão?
-Desilusão pelo penaltie falhado.
-Desilude-me estar a perder e ver no minuto final da primeira parte ir marcar-se um canto a passo e fazê-lo depois de forma displicente. De forma ridícula.
-Desilude-me ir para as cabines a perder e com mais um jogador e voltar com o mesmo onze. Como se não bastasse o treinador deixou decorrer 5 minutos da segunda parte para mexer na equipa e queimar tempo. Havia necessidade? O quê que esses 5 minutos lhe mostraram que já não soubesse ao intervalo?
-Desilude-me que após a expulsão de Teles a opção do míster tenha sido defensiva, mesmo estando a perder. Tirar um avançado para meter um defesa lateral?
-Desilude-me que Geraldes neste jogo só tenha tido acções erradas e tenha feito os 90 minutos.
-Desilude-me que tenhamos tido dois expulsos, que nos prejudicaram hoje e com reflexos na próxima jornada.
-Desilude-me que com os minutos a correr não tivéssemos clarividência e tenhamos caído no jogo do adversário.
-Desilude-me que após tantas jornadas, a nossa posse de bola seja tão lenta e não consigamos acelerar o jogo. Este final de jogo foi deprimente.
- Para terminar as desilusões, dizer que o VAR é algo de ridículo e só funcione em part-time. O Rio Ave tem razões de queixa por não terem sido apreciadas duas situações na área do Feirense. Um golo anulado e um possível penaltie. Não teve dúvidas o VAR e o juiz da partida?

Muita % de posse de bola, pouca % de oportunidade de golo


Resultados do fim-de-semana - FUTSAL

Seniores: Rio Ave FC 4-1 Unidos Pinheirense
(Rio Ave FC é 5º classificado com 12 pontos)

Juniores: Aves - Rio Ave FC
(Rio Ave FC é 9º classificado com 7 pontos)

Juvenis: Juventude de Gaia - Rio Ave FC
(Rio Ave FC é 9º classificado com 6 pontos)

Iniciados: Junqueira - Rio Ave FC
(Rio Ave FC é 1º classificado com 6 pontos)

Resultados do fim-de-semana

Seniores: Feirense 1-0 Rio Ave FC
(Rio Ave FC é 6º classificado com 14 pontos)

Seniores B: Avintes - Rio Ave FC B
(Rio Ave FC é 3º classificado com 12 pontos)

Juniores: Cesarense 1-1 Rio Ave FC
(Rio Ave FC é 8º classificado com 9 pontos)

Juvenis: Rio Ave FC - Penafiel
(Rio Ave FC é 2º classificado com 17 pontos)

Iniciados: Rio Ave FC 3-1 Boavista
(Rio Ave FC é 3º classificado com 19 pontos)

Infantis: Maia Lidador 3-4 Rio Ave FC
(Rio Ave FC é 1º classificado com 15 pontos)

Efeméride

21 de Outubro de 1984, o Rio Ave FC vence pela primeira vez um jogo oficial no novo Estádio. Com o Estádio em acabamentos finais, o Rio Ave FC jogou as 2ª e 3ª jornadas em casas emprestadas e só à 5ª jornada fez o primeiro jogo oficial novo Estádio, que saldou-se por um empate a zero diante do Vitória de Setúbal.

No dia 13 de Outubro o Estádio foi inaugurado e oito dias depois o Rio Ave FC recebia e vencia a equipa da Académica com um golo do Pires aos 48', que torna-se-ia assim como o primeiro jogador a marcar um golo no Estádio do Rio Ave FC.

Findo o jogo soaram nos altifalantes do Estádio o fado de Coimbra "Balada de despedida"(Coimbra tem mais encanto), o que mereceu um forte protesto por parte dos responsáveis da Académica.

Nesse jogo alinhamos com: Alberto; Carvalho, Brito, Antero e Duarte; Juanico, Frank Sheridan (Virgílio 58') e Carlos Manuel (Rui Lopes 39'); Álvaro, Pires e Chico Faria.
Treinador: Félix Mourinho

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Assembleia Geral - Convocatória

Em conformidade com o disposto no art.º 74.º dos Estatutos, convoco os Sócios do RIO AVE F. C. a comparecerem no Auditório Municipal, no dia 29 de outubro, pelas 10:00 horas, para a realização de Assembleia Geral Ordinária, com a seguinte:

ORDEM DE TRABALHOS


  1. Leitura e aprovação da ata da última reunião da Assembleia Geral;
  2. Apresentação do Relatório e Contas da época 2016/2017;
  3. Outros assuntos de interesse para o clube.

NOTA:
a) Os documentos a votar estarão à disposição dos associados na Secretaria do Clube, a partir do dia 23 outubro de 2017.
b) Se à hora marcada o número de Associados não for o suficiente, a Assembleia iniciar-se-á 30 minutos depois, em segunda convocação, com o número de associados presentes, conforme previsto no artigo 72.º, n.º 2 dos Estatutos.
c) Só poderão participar na Assembleia os Sócios com as quotas em dia, conforme previsto no artigo 71.º, n.º 2 dos Estatutos do Clube.

Vila do Conde, 20 de Outubro de 2017
 

Ranking dos Clubes

CLUB WORLD RANKING (semana 42/2017)
Em relação ao ranking da passada semana descemos 5 posições mas mantivemos a mesma pontuação.

Passamos a ocupar o 224º lugar mundial com os mesmos 2.863 pontos da semana anterior. A nível interno continuamos a ocupar 7º lugar com os mesmos 502 pontos de diferença para o 6º classificado Marítimo.

(Este ranking é organizado pelo site Club World Ranking e reflecte a prestações dos clubes mundiais nas últimas 52 semanas e é tomado em consideração os resultados, a importância das competições nacionais e internacionais e da própria federação entre outros)

RANKING UEFA
No ranking europeu, organizado pela UEFA, o nosso Clube manteve a mesma posição.

Ocupamos o 131º lugar europeu e o 7º lugar nacional em ex-quo com Belenenses com 12.449 pontos.

(Para este ranking é tida em conta a prestação dos clubes nas últimas 5 épocas e é actualizado após cada ronda de jogos das competições de clubes da UEFA)

IFFHS
Segundo a Federação de História e Estatística o nosso Clube terminou no Top 400 do Ranking Mundial Clubes de 2016, mais precisamente na 360ª posição com 63,5 pontos.

A nível interno, apenas sete equipas portuguesas aparecem neste ranking e nós terminamos no 7º lugar. No ranking das equipas pertencentes à UEFA fomos a 207ª melhor equipa do ano de 2016.

Em 2014 o nosso Clube terminou no 109º lugar do ranking mundial organizado pelo IFFHS, foi o 3º melhor clube português e o 73º melhor clube europeu com 122 pontos. As finais e os jogos europeus ajudaram que em 2014 tivéssemos um ano de sonho.

(Este ranking é organizado pela IFFHS  reflecte a prestações dos clubes mundiais durante todo o ano de 2016. Em 2015 não figurou nos 203 primeiros clubes mundiais)

Efeméride

 20 de Outubro de 1968 -  Nesta data o Rio Ave FC, a disputar a 3ª Divisão Nacional, fez o seu jogo de estreia na Taça de Portugal, apesar de em épocas anteriores ter disputado campeonatos nacionais.

O Rio Ave FC alinhou: Sardinha, Arouca, Pereira, Costa, Lagos, Vilaça, Romeu, Neca, Bicho, Baptista e Helder.
fonte: Revista n.º 1 do Rio Ave FC

Coube à equipa do Vasco da Gama, de Sines, ser o anfitrião. Segundo o cronista Horácio Moura do jornal Renovação, apesar da derrota expressiva por 4-0, “por estranho que pareça, este resultado, feito na 2ª metade do jogo, é de algum modo enganador, quanto aos números, não quanto à legalidade dos tentos, que foram todos «limpos», mas quanto às circunstâncias que rodearam a legalidade dos mesmos”.

Mais à frente informou os leitores que o 1º golo foi “derivado de um livre” e que o guarda-redes Sardinha “se tinha lesionado num lance anterior e tinha a parte esquerda do corpo praticamente imobilizada”. Apesar do nosso domínio a “todos os capítulos do jogo” sofremos o 2º tento fruto de um “desentendimento de dois defesas” e os 3º e 4º golos “só foram possíveis devido à falta de experiência do guardião que entrou a substituir Sardinha, logo que este sofreu o 1º tento”.
fonte: jornal Renovação nº 1408 de 26-10-1968

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Clássico na Taça

O Rio Ave receberá o Braga para a taça de Portugal nos 16 avos de final. Nada que não se esperasse se olharmos ao histórico dos últimos anos.

Campeonato regressa

Após um longo interregno no campeonato, o regresso faz-se fora de portas. Será num palco de boas memórias, no estádio em que Evandro carimbou a subida de divisão, em Santa Maria da Feira. Nesta paragem para taça e seleções, o nosso clube manteve-se ativo, jogando primeiramente para a taça da Liga na Mata Real e posteriormente em São João da Madeira para a taça de Portugal, saldando-se por um empate a um golo e uma goleada por quatro golos sem resposta respectivamente. O regresso será portanto com ritmo competitivo.
O Feirense tem tido uma época atribulada, após a forte reta final que proporcionou na época passada, coincidindo com o facto de Nuno Manta ter assumido as rédeas da equipa. Quando se esperava que mantivesse o registo, uma entrada em falso no campeonato tem deixado os seus adeptos descontentes. Ainda neste último fim de semana, para a taça de Portugal viu-se e desejou-se para ultrapassar uma equipa da segunda Liga na taça de Portugal, tendo que recorrer à grandes penalidades para conseguir os seus intentos.
Parece-me claro que o Rio Ave é melhor, tanto individualmente como no colectivo, mas é a prática que determina o vencedor, sendo que teremos que ter uma postura guerreira, contrária àquela que tivemos o ano passado e que nos custou uma derrota. Um Rio Ave fiel aos seus princípios e com atitude competitiva conseguirá com maior ou menor dificuldade trazer os três pontos para Vila do Conde.

Taça de Portugal - SORTEIO

4ª ELIMINATÓRIA 19/NOV
Rio Ave FC - Braga


e o sorteio completo



Jogos do fim-de-semana

LIGA NOS 2017/18 (jogo nº 747)
9ª jornada 21/SET 16h00 (SportTV)
Feirense (12º) - Rio Ave FC (6º)

próxima jornada: 29/OUT 21h00 Rio Ave FC - Sporting

SENIORES B - Divisão de Elite
7ª jornada 22/OUT 15h00
Avintes (14º) - Rio Ave FC B (3º)

próxima jornada: 29/OUT h Rio Ave FC B - Pedrouços

JUNIORES - 1ª Divisão Zona Norte
8ª jornada 21/OUT 15h00
Cesarense (10º) - Rio Ave FC (8º)

próxima jornada: 28/OUT h Rio Ave FC - Chaves

JUVENIS - 1ª Divisão Série A
9ª jornada 22/OUT 11h00
Rio Ave FC (2º) - Penafiel (11º)

próxima jornada: 29/OUT h Moreirense - Rio Ave FC

INICIADOS - 1ª Divisão Série B
9ª jornada 21/OUT 11h00
Rio Ave FC (4º) - Boavista (5º)

próxima jornada: 29/OUT h UD Oliveirense - Rio Ave FC

INFANTIS - 1ª Divisão Série 1
6ª jornada 21/OUT 17h15
Maia LIdador (9º) - Rio Ave FC (1º)

próxima jornada: 28/OUT 17h00 Rio Ave FC - Dragon Force

Jogos do fim-de-semana - FUTSAL

LIGA SPORTZONE
7ª jornada 21/OUT 18h00
Rio Ave FC (5º) - Unidos Pinheirense (4º)

próxima jornada: 28/OUT 16h00 Braga - Rio Ave FC

JUNIORES - 1ª Divisão Distrital
8ª Jornada 21/OUT 16h30
Aves (1º) - Rio Ave FC (10º)

próxima jornada: 27/OUT 21h00 Rio Ave FC -Matosinhos Futsal


JUVENIS - 1ª Divisão Distrital
8 Jornada 22/OUT 12h00
Juventude de Gaia (13º) - Rio Ave FC (9º)

próxima jornada: 29/OUT 16h00 Rio Ave FC - Matosinhos Futsal

INICIADOS - 2ª Divisão Distrital Série 2
3ª Jornada 21/OUT 17h00
Junqueira (13º) - Rio Ave FC (1º)

próxima jornada: 28/OUT 16h00 Rio Ave FC - Alfa

Efeméride

19 de Outubro de 1997, à 7ª jornada da época 1997/98, o Rio Ave FC desloca-se à cidade vizinha para defrontar e bater por 1-3 a equipa do Varzim. Foi o 13º embate entre as duas equipas a contar para a 1ª Divisão e alcançamos nesse jogo a nossa primeira vitória em casa do adversário naquele que terá sido um dos nossos melhores jogos da nossa história.

Foram marcadores, Emanuel 13’, Marcos 36’ (na própria baliza) Quinzinho 84’ e Luís Coentrão 87’. Quinzinho viu o 2º cartão amarelo por ter tirado a camisola nos festejos do seu golo, e Luís Coentrão viu também o cartão amarelo por ter tirado também ele a camisola nos festejos do nosso terceiro golo quando jogávamos com 10 jogadores.

Nesse jogo alinhamos com: Tó Luís; Nenad, Marcos, Martins e Nito; Paulo Lima Pereira (Luís Coentrão 55’), Emanuel e Sérgio China; Dibo, Baíca (Luís Coentrão 70’) e Gama (Quinzinho 60’).
Treinador: Carlos Brito

Os nossos cromos (4)

Saltamos agora para a época 1986/87 e para a colecção Esférico da Mabilgrafica.

Um aspecto curioso desta colecção era que além dos cromos dos jogadores, também havia três cromos extra por clube, alusivos às suas cidades sede.


No nosso caso, como se pode ver abaixo, os cromos eram do Aqueduto, das Rendilheiras e do emblema e bandeira de Vila do Conde, esta ainda com quatro torres (símbolo das vilas) já que os brasões das cidades têm cinco torres e Vila do Conde só em Maio de 1987 passou a cidade.


quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Nomeações da FPF/LPFP

PRIMEIRA LIGA 2017/18 (jogo nº 747)
09ª jornada 21/OUT 16h00 (SportTV)
FEIRENSE - RIO AVE FC 
Árbitro: Rui Oliveira
Árbitros Assistentes: Paulo Vieira e André Nogueira Dias
4º Árbitro: António Moreira
Vídeo Árbitro: Manuel Mota
Assistente Vídeo Árbitro: Jorge Oliveira
FPF/LPFP

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Os nossos cromos (3)

Os cromos que se seguem dizem respeito à nossa época de estreia na 1ª Divisão. Como é sabido, a nossa estreia, ocorrida na época 1979/80, não foi digna de nota. Apenas somamos 13 pontos (na altura a vitória valia 2 pontos), terminamos no último lugar e tivemos durante a época duas mudanças de equipas técnicas.

Ao longo dessa época saíram pelo menos, oito colecções de cromos, pelo que as diferenças entre cada colecção são acentuadas e quatro dessas colecções optaram por colocar cromos dos treinadores das equipas.

Como por exemplo a colecção “Grande Encontro”, que possivelmente terá sido colocada à venda antes da época começar, escolheu como nosso treinador o Pedro Gomes, o treinador que na única época que nos treinou, levou-nos pela primeira vez à 1ª Divisão mas que não foi nosso mister em 1979/80.

Depois segue-se um cromo do “Planeta da Bola”, da Sócarius,, que optou por caricaturar os jogadores e treinadores. Rubén Garcia, treinador argentino mas com passado como jogador em Portugal, foi nosso treinador em 12 jogos e apenas venceu dois encontros, tento somado somente 3 pontos, acabando por ser despedido.

Para o substituir, a nossa Direcção da altura optou por uma equipa técnica constituída pelos jogadores Duarte, Mário Reis e Feliz Soares. E desse triunvirato orientou a nossa equipa em 7 partidas e conquistou 4 pontos. Entretanto foi lançada mais uma colecção de cromos, a “Arte e Futebol”, que também optou pelas caricaturas, assinadas pelo Francisco Zambujal. Para figurar como treinador, a “Arte e Futebol” optou pelo Feliz Soares (cromo 196 como treinador e cromo 200 como jogador), oriundo do Vitória de Guimarães e que também havia representado o Beira-Mar.


No ano de 1980, saiu a colecção Bancada 80, da Mattamouros, já com Fernando Cabrita como treinador. Este treinador, que chegou a orientar mais tarde a selecção portuguesa no Europeu da França, participou nas restantes 11 partidas do campeonato e somou 6 pontos. Fernando Cabrita continuou connosco no nosso regresso à 2ª divisão e foi substituído pelo Mourinho Félix quando seguia isolado no primeiro lugar da Zona Norte à 22ª jornada.

(clicar na imagem para aumentar)